Planeta Terra Versão 2.0

A sociedade só começará a mostrar sinais de sanidade no dia em que as pessoas começarem a celebrar o facto de alguém ter ficado desempregado.

Christophe Charneca

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Operação Bank Run - a corrida aos bancos agendada para 7 de Dezembro

ArtigoComentários (0)

A organização Anonymous, que considera de que tanto as greves como as manifestações estão a ser ineficazes, na medida em que as vozes dos cidadãos não estão a ser ouvidas, está agora a apelar a uma corrida aos bancos. Porém dada a protecção que a políca tem oferecido aos bancos, talvez essa tarefa venha a ser difícil de concretizar.

No início deste mês, a JP Morgan Chase fez uma "doação" a polícia de Nova Iorque precisamente na altura em que os protestos se começavam a avizinhar. Influenciados ou não pela generosidade da JP Morgan, o que é um facto é que a polícia tem feito um excelente trabalho tanto a agredir manifestantes, como a impedir jornalistas e bloggers de cobrirem certas manifestações.

No Bank of America, clientes que se dirigiram ao um balcão de Santa Cruz, na Califórnia para encerrar as suas contas, não o puderam fazer, porque segundo a funcionária «não é possível ser-se manifestante e cliente do banco» ao mesmo tempo — era precisamente essa a ideia: os manifestantes queriam continuar a ser manifestantes e não queriam ser mais clientes do Bank of America.

Esta não é a primeira vez que o Bank of America age assim. Há dois meses atrás, um número considerável de clientes quis encerrar as suas contas num balcão em Saint Louis, mas os seguranças do Bank of America impediram-nos de o fazer.

No dia passado dia 15, alguns dos clientes do Citibank quiseram encerrar as suas contas, mas foi-lhes pedido que se fossem embora, conta um manifestante do movimento Occupy Wall Street que estava presente no local. Depois os seguranças, não os deixaram sair, e chamaram a polícia para os prender. A administração do Citibank informa em comunicado que só um cliente é que pretendia encerrar a conta e que o pôde fazer.

Considerando todas estas acções tanto por parte dos manifestantes, como por parte das forças de segurança, talvez a corrida ao banco não seja tão bem sucedida quanto a organização Anonymous deseja. Porém, considerando que quando a América espirra, a Europa constipa-se, talvez seja melhor prevenir do que mais tarde tentar remediar.

Entretanto, está também agendado para dia 5 de Novembro o Bank Transfer Day ou, em tradução livre, o Dia da Transferência de Banco que tem como objectivo motivar os clientes dos grandes bancos a moverem o seu dinheiro para outros bancos mais pequenos.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.