Planeta Terra Versão 2.0

Na sociedade "tecnotrónica" a tendência parece ir em direcção à agregação do apoio individual de milhões de cidadãos descoordenados, facilmente dentro do alcançe de personalidades magnéticas e atractivas, explorando as últimas técnicas de comunicação para manipular as emoções e controlar o bom-senso.

Zbigniew Brzezinski

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

«Imbecis» e vozes «estúpidas» do movimento "Occupy Wall Street" alastram

ArtigoComentários (0)
Marcha dos pilotos da companhia aéra United Airlines

O movimento "Occupy Wall Street" sobre o qual pouco se tem ouvido e que foi logo de início ridicularizado, já conta com milhares de manifestantes nos quatro cantos dos Estados Unidos.

O movimento "Occupy Wall Street", que foi planeado no início de Agosto e marcou para dia 17 uma concentração em Wall Street, contou logo na véspera com aquilo que se pode chamar uma tentativa de dissuasão por parte dos media.

O apresentador Greg Gutfeld da estação televisiva Fox News que pertence ao grupo News Corporation, detido pelo influente magnata sionista Rupert Murdoch, disse no dia anterior ao evento que dia 17 seria «um grande dia para os vencidos» e que a América é um país onde todos se podem fazer ouvir «não importa o quão estúpida a voz possa ser». Acrescentou ainda que «a pior parte» é os manifestantes dizerem que se sentem inspirados pela chamada Primavera Árabe, dado que eles não estão sujeitos aos mesmos riscos e que como tal esses «imbecis» e os seus pais deviam sentir-se envergonhados.

De facto ainda ninguém morreu, mas violência gratuita por parte da polícia não faltou.

As co-apresentadoras Kimberly Guilfoyle e Andrea Tantaros, no mesmo "comprimento de onda", disseram que ninguém iria comparecer senão «os zombies da noite anterior» e que o evento era «uma anedota» no qual as pessoas só queriam fazer uma «festa».

Por estranho que pareça, uma criança de 9 anos entrevistada pela Russia Today, fez melhor trabalho:

Eles estão a fazer o contrário do Robin dos Bosques. Eles estão a roubar aos pobres que precisam das suas coisas para viver e a dar tudo aos ricos. Não faz sentido.

Apesar da forma como a Fox News descreveu a iniciativa e apesar do silêncio colectivo dos media — até ao momento em que a polícia começou a agredir e deter manifestantes pacíficos ao acaso — há cada vez mais pessoas a juntarem-se contra a impunidade e ganância de Wall Street e das mega-corporações.

Neste momento já se juntaram ao movimento Occupy Wall Street os sindicatos Teamsters Union e New York Transit Workers Union. Entrentanto as «vozes estúpidas» também já se fazem ouvir em Chicago, Las Vegas, Los Angeles, Boston e a muitas outras cidades da Terra da Liberdade.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.