Planeta Terra Versão 2.0

Quando um verdadeiro génio surge no mundo, pode conhecê-lo por este sinal, que todos os burros estão todos em confederação contra ele.

Jonathan Swift (1667 ~ 1745)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Autor dos ataques na Noruega foi filmado antes da explosão em Oslo

ArtigoComentários (0)
A imagem de Breivik vestido de polícia

Foto: Reuters/ ABC Nyheter

O homem que matou 77 pessoas na Noruega a 22 de Julho foi filmado em Oslo, por câmaras de segurança, minutos antes da explosão que aconteceu na capital. A existência das imagens foi revelada nesta quinta-feira.

O norueguês Anders Behring Breivik, de 32 anos, foi filmado vestido de polícia minutos depois de sair do carro onde deixou a bomba que matou oito pessoas e feriu dezenas na rua onde estão o Ministério das Finanças, o Ministério do Petróleo e a sede do Governo.

A imagem do filme foi publicada agora no site noticioso norueguês ABC Nyheter, mas a polícia já conhecia a gravação e confirma a sua autenticidade. O filme era confidencial e faz parte dos processos em curso relacionados com o caso, tendo sido enviado para os advogados dos sobreviventes e dos parentes das pessoas que foram assassinadas por Breivik, avança a BBC, citando a AP.

Depois de abandonar o carro, o norueguês seguiu para a ilha de Utoya, perto de Oslo, onde decorria um acampamento de Verão da juventude trabalhista. Aí, disparou contra dezenas de pessoas, matando 69.

No dia seguinte, descobriu-se que Breivik tinha sido o responsável pelo ataque. O norueguês, que hoje está preso numa solitária, tinha ligações à extrema-direita e escrevera um manifesto contra o multiculturalismo ocidental. Breivik, que confessou os actos, nega ser um criminoso e diz que o que fez foi uma necessidade para salvar a Noruega e a Europa dos muçulmanos.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.