Planeta Terra Versão 2.0

Se disseres uma mentira grande o suficiente e a disseres frequentemente o suficiente, será acreditada.

Adolf Hitler (1889 ~ 1945)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Portugueses perdem nove pontes com novo regime de feriados

ArtigoComentários (0)

O ministro da Economia disse hoje que a alteração do regime de feriados é fundamental para aumentar a produtividade da economia e criar empregos, referindo que sem a sua diminuição em 2012 haveria nove dias de pontes e tolerância de ponto.

«São dias de trabalho que se fossem realizados contribuiriam para aumentar a riqueza nacional, criar empregos e fomentar a produtividade produção da economia», afirmou Álvaro Santos Pereira perante a Comissão parlamentar da Segurança Social e do Trabalho.

Segundo o governante, em 2011 há sete dias de pontes e tolerâncias de ponto e, sem a diminuição dos feriados, em 2012 seriam nove, em 2013 oito dias e em 2014 sete dias.

O ministro respondia a uma pergunta da deputada do Bloco de Esquerda Mariana Aiveca sobre o impacto dos cortes dos feriados na economia.

«Sabemos bem o impacto [dos feriados e das pontes] na produtividade e produção das empresas», acrescentou.

Já na intervenção inicial perante os deputados, Álvaro Santos Pereira referiu o corte nos feriados como umas das medidas para o «relançamento económico» do país.

A alteração dos feriados será objecto de discussão em concertação social.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.