Planeta Terra Versão 2.0

Que sorte para os governos que as pessoas que eles administram não pensam.

Adolf Hitler (1889 ~ 1945)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Protestos renascem no Egipto e levam à demissão do ministro interino das finanças

ArtigoComentários (0)

As réplicas dos protestos no Egipto começam a fazer estragos no governo militar provisório. O ministro das finanças interino demitiu-se esta terça-feira após a morte de 25 pessoas na manifestação de domingo, onde cerca de duas mil pessoas regressaram à praça Tahrir.

A cerca de um mês das primeiras eleições legislativas pós-regime de Hosni Mubarak, as tensões que antecedem o sufrágio causaram a primeira ‘baixa’. Hazem el-Beblawi, ministro das finanças do provisório governo militar, apresentou a sua demissão. «Não consigo trabalhar assim», alegou, citado pela BBC.

No domingo, cerca de dois mil manifestantes, na sua maioria cristãos coptas — grupo étnico e religioso que perfaz quase 10 por cento da população egípcia. A manifestação evoluiu para confrontos entre os manifestantes e as autoridades que causaram a morte de 25 pessoas.

Esta segunda-feira, mais de 20 mil pessoas voltaram a invadir a simbólica praça Tahrir numa procissão fúnebre pelas vítimas dos confrontos de domingo, escreve o The Guardian. A multidão deu igualmente voz a protestos contra o executivo militar que desde a deposição de Hosni Mubarak, em Fevereiro, governa o Egipto.

«As actuais circunstâncias são muito difíceis e requerem uma nova e diferente maneira de pensar e trabalhar», disse el-Beblawi, ao anunciar a sua demissão.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.