Planeta Terra Versão 2.0

Sê quem és e diz o que sentes, porque aqueles que se importam não interessam e aqueles interessam não se importam.

Theodor Seuss Geisel (1904 ~ 1991)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Função pública britânica em greve

ArtigoComentários (0)

O Reino Unido prepara-se para aquela que pode vir a ser a maior greve da função pública dos últimos 80 anos. Os sindicatos apelaram a uma greve nacional para quinta-feira, em protesto contra a reforma do sistema de pensões, que implica um aumento da idade da reforma que pode chegar, nalguns casos, aos 68 anos.

A greve é condenada quer pelos dois partidos da coligação de governo, quer pelos trabalhistas na oposição.

Mas o primeiro-ministro David Cameron não deixa de apontar o dedo ao trabalhista Ed Milliband: “O que todo o país percebeu é que, numa altura em que as pessoas estão preocupadas com a greve, Milliband não pode falar sobre elas, porque está na mão dos sindicatos”, disse Cameron no parlamento.

A greve deve contar com centenas de milhares de aderentes, em setores que vão das viagens à educação. Os britânicos estão divididos, alguns apoiam a greve, outros sentem que o povo é o mais prejudicado.

Estas medidas vêm juntar-se a várias medidas de austeridade anunciadas pelo governo de David Cameron, incluindo congelamento de salários e despedimentos. A greve vai ser um teste à solidez da coligação entre conservadores e liberais-democratas.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.