Planeta Terra Versão 2.0

O desafio para os governos ocidentais no futuro, é manter os cidadãos presos no consumismo materialista, impedindo-os de perceber quem é que eles realmente são.

Zbigniew Brzezinski

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

A UE segue em direcção a um "governo económico da zona euro"

ArtigoComentários (0)

A Europa segue "resolutamente em direcção a um governo económico da zona euro", depois da crise da dívida ter revelado "descuidos da nossa união monetária", disse, esta quinta-feira, em Seul, François Fillon, antes da cimeira dos líderes europeus que considerou "decisiva".

A Europa, que se encontra "perante um novo desafio", "segue decididamente em direcção a um governo económico da zona euro", cujos contornos poderiam ser invocados no domingo em Bruxelas durante a cimeira europeia, considerou o primeiro-ministro francês num discurso na Câmara de Comércio franco-coreana, em Seul.

Declarações proferidas no dia em que os ministros das Finanças da Zona Euro se reúnem, em Bruxelas, para preparar as cimeiras que se celebram domingo, designadamente um Conselho Europeu e uma cimeira da Zona Euro, esta última já com "sequela" prevista para a próxima semana.

A reunião de hoje dos 17 titulares das pastas das finanças marca o arranque de uma verdadeira "roda viva" de reunião e cimeiras que terão lugar ao longo dos próximos dias em Bruxelas, nas quais a Europa vai tentar acordar finalmente uma resposta convincente para os mercados e que ponha um travão na espiral da crise da dívida soberana.

Num encontro que se prevê longo -- terá início às 14:00 locais (13:00 de Lisboa) e, segundo o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, deverá terminar perto da meia-noite -, os 17 vão discutir hoje o desembolso da sexta tranche de ajuda à Grécia, com base numa apreciação do relatório da missão da "troika" que regressou recentemente de Atenas.

Dois dias antes do Conselho Europeu, agendado para domingo de manhã, e de uma (primeira) cimeira de chefes de Estado e de Governo da Zona Euro, da parte da tarde, os titulares das pastas das Finanças da Zona Euro procurarão ao longo de sexta-feira esbater as diferenças ainda existentes.

Depois da reunião de hoje, na qual Portugal estará representado pelo ministro Vítor Gaspar, segue-se uma reunião de ministros das Finanças dos 27 (Ecofin) no sábado de manhã, e um Conselho de Assuntos Gerais, ao nível de ministros ou secretários de Estados dos Assuntos Europeus, à tarde, preparatórios do Conselho Europeu de domingo.

Na quinta-feira, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy, em mais um dos acordos bilaterais que tem suscitado crescentes críticas por parte de outros parceiros, decidiram que a Zona Euro necessitará ainda de uma segunda cimeira dos 17 líderes do espaço monetário único, a realizar até à próxima quarta-feira.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.