Planeta Terra Versão 2.0

Se a tirania e a opressão chegarem a esta terra, será sob o disfarce de combater um inimigo externo... A perca de Liberdade em casa será justificada como necessária ao combate, contra o perigo externo, real ou imaginado.

James Madison (1751 ~ 1836)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Massa esférica gigantesca em Beijing

ArtigoComentários (0)
Um dos pilotos que presenciou o fenómeno referiu que o halo era maior que a lua.

Uma espécie de auréola gigante que não parava de crescer sobre Shangai foi avistada por vários aviadores civis que reportaram o incidente ao Gabinete de Controlo de Tráfego Aéreo da China Este.

Desta vez, para variar um bocadinho, os voos não tiveram de ser suspendidos ou redirecionados para outros aeroportos, como aconteceu recentemente no aeroporto internacional de Chongqing. Segundo o diário Shanghai Daily, na passada Terça-feira, dia 23, um Objecto Voador Não Identificado (OVNI) esteve a pairar sobre Shangai a cerca de 11 mil metros de altitude a manifestar um halo que não parava de crescer.

Um dos pilotos que presenciou o fenómeno, na altura, achou que se tratava de uma ilusão, mas o seu co-piloto estava a ver exactamente a mesma coisa. Segundo ele, outros 10 pilotos reportaram o mesmo ao Gabinete de Controlo de Tráfego Aéreo da China Este (GCTACE) que já confirmou ter recebido os relatos. Porém o oficial do GCTACE recusou-se a entrar em detalhes.

Segundo os cálculos do piloto, a esfera chegou a atingir mais de 90 quilómetros de diâmetro e só passados 20 minutos é que começou a escurecer gradualmente até desaparecer.

O fenómeno também foi presenciado por vários habitantes em Beijing. Yu Jun, ex-editor de uma revista de carácter científico e astrónomo-amador fotografou o evento. Yu Jun disse que a «bolha branca redonda apareceu no céu e depois expandiu-se rapidamente, até que cinco minutos mais tarde desapareceu».

Zhan Xiang, um oficial do Planetário de Beijing especula que a «bolha pode ter sido causada por substâncias emitidas por dispositivos militares ou satélites».

Este parecer de Zhan Xiang vai de encontro aos argumentos usados anteriormente para justificar um fenómeno similar que aconteceu no Hawai, em Junho.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.