Planeta Terra Versão 2.0

Uma injustiça em qualquer parte é uma ameaça em todo a parte.

Martin Luther King (1929 ~ 1968)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Prioridade para Israel não passa pela Palestina

ArtigoComentários (0)

A autorizaçãode Israel para a construção de um novo colonato em Jerusalém Leste, coincidiu com a visita de Catherine Ashton ao país.

O acordo de paz entre Israel e a Palestina está na agenda da chefe da diplomacia europeia mas o ministro dos Negócios Estrangeiro israelita, revelou-se mais preocupado em alertar a comunidade internacional para a ameaça do Irão.

“Primeiro que tudo peço que arranjem soluções para a questão do Irão e depois teremos mais disponibilidade para resolver a questão palestiniana, disse Avigdor Lieberman.

Os esforços de Ashton para relançar o processo de paz foram enfraquecidos com a notícia da construção de novas casas em Ramot, território palestiniano ocupado por Israel.

Mustapha Barghouti, do conselho legislativo da Palestina condenou a ação.

“É a prova de que o executivo de Israel não quer uma solução, é a prova de que nada vai mudar enquanto não existir uma pressão séria, incluindo sanções contra o governo israelita”, .

O processo de paz é apoiado pela comunidade internacional que considera a zona de construção, território da Palestina.

Israel mostrou que têm a última palavra e avançou com as obras, mal expirou em setembro, a moratória, que impedia a colonização na Cisjordânia.

Fonte: euronews

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.