Planeta Terra Versão 2.0

Dêem-me control do dinheiro de uma nação e não me importa que faz as suas leis.

Mayer Amschel Rothschild (1744 ~ 1812)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Israel volta a bombardear a faixa de Gaza

ArtigoComentários (0)

Dois palestinianos morreram e três ficaram feridos, pelo menos, após bombardeamentos aéreos de Israel à faixa de Gaza, efectuados neste sábado.

Os ataques da aviação israelita visaram túneis na fronteira entre Gaza e o Egipto, perto de Rafah. Um dos túneis afundou-se e dois homens que lá trabalhavam morreram.

Israel bombardeou também uma antiga base das brigadas Ezzedine al-Qassam, o braço militar do Hamas. Neste ataque, ficaram feridas três pessoas.

Um porta-voz do exército israelita confirmou os ataques, dizendo que eram a resposta de Israel a atentados do Hamas contra colonos na Cisjordânia e ao lançamento de um rocket caseiro a partir da faixa de Gaza.

Entretanto neste domingo, o jornal francês Le Monde noticia que a “Associação israelita para a defesa dos direitos cívicos” publicou um relatório, onde se denuncia que os habitantes palestinianos de Jerusalém. Este são vítimas de um tratamento discriminatório da parte das autoridades israelitas. Segundo o relatório, “guardas armados pagos pelo ministério do interior israelita agem como milícia privada dos colonos, que recorrem cada vez à força e à violência contra os palestinianos”.

O relatório denuncia também que a polícia faz interrogatórios a menores palestinianos, “por vezes com menos de 12 anos de idade” e que montou câmaras para vigiar o interior de casas privadas nos bairros palestinianos de Jerusalém.

Fonte: esquerda.net

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.