Planeta Terra Versão 2.0

Se não ler o jornal não está informado; se lê o jornal está desinformado.

Mark Twain (1835 ~ 1910)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

EUA promete vetar a resolução da ONU sobre Israel

ArtigoComentários (0)
James Steinberg, o Secretário de Estado Adjunto dos EUA.

Os Estados Unidos dizem que usarão todo o seu poder para bloquear uma resolução da ONU que condena os colonatos ilegais de Israel, diz um diplomata dos EUA.

«Nós deixamos bem claro que nós pensamos que o Conselho de Segurança não é o lugar certo para se envolver nestas questões", e que os EUA usarão os «instrumentos que têm» para bloquear qualquer resolução, disse a AFP citando o Secretário de Estado Adjunto, James Steinberg enquanto falava na Câmara dos Representantes da Comissão dos Assuntos Externos, na Quinta-feira.

Ele disse que os EUA, um membro permanente do Conselho de Segurança da ONU com poder de veto, ganhou algum sucesso, pelo menos por agora. «E iremos continuar a utilizar as "ferramentas" para que a resolução não seja aprovada», disse ele.

A resolução da ONU condena os colonatos ilegais na Cisjordânia ocupada e o Leste de al-Quds (Jerusalém), afirmando que o movimento ilegal viola a lei internacional.

A expansão dos colonatos ilegais nos territórios palestinianos ocupados é considerada como o principal obstáculo para [a resolução] do conflito israelo-palestiniano.

Os palestinianos têm dito repetidamente que não irião retomar as negociações enquanto Tel Aviv não parar a actividade ilegal [da construção] de colonatos em territórios ocupados capturados por Israel durante a guerra de 1967.

Os palestinianos rejeitaram as conversações do Médio Oriente mediadas pelos EUA, desde que o primeiro-ministro isrealita Benjamin Netanyahu se recusou a estender a moratória dos colonatos que expirou em 28 de Setembro de 2010.

As nações árabes apresentaram recentemente um projecto de resolução exigindo que a ONU pressione Tel Aviv no sentido de congelar todas as construções de colonatos. Cerca de 122 países co-patrocinaram a resolução. No entanto, uma ausência notável nessa lista, são os países ocidentais como os Estados Unidos, a Grã-Bretanha França, Alemanha e Canadá.

Steinberg também disse aos legisladores que Washington estava a fazer uma campanha diplomática vigorosa para impedir os países de declarar o reconhecimento de um estado palestino independente, tal como vários países latino-americanos fizeram.

Tradução livre por Christophe Charneca

Fonte: PressTV

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.