Planeta Terra Versão 2.0

Quando um verdadeiro génio surge no mundo, pode conhecê-lo por este sinal, que todos os burros estão todos em confederação contra ele.

Jonathan Swift (1667 ~ 1745)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Escalada da violência na fronteira entre Israel e Gaza

ArtigoComentários (0)
Jovem detido por ter atirado pedras aos militares israelitas

A situação continua a deteriorar-se na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, onde dois combatentes palestinianos da Jihad islâmica foram mortos hoje, domingo, por disparos israelitas.

Dois membros do grupo radical foram mortos na madrugada de hoje perto de Khan Younis, no sul do território palestiniano, durante uma troca de tiros com o exército de Israel, segundo as brigadas Al-Quds, o braço armado da Jihad islâmica, e testemunhas.

Um porta-voz militar de Israel confirmou à agência de notícias francesa AFP que "soldados, apoiados por helicópteros, tinham como alvo os membros de uma célula terrorista que tentou colocar uma carga explosiva nas imediações da barreira de segurança" que separa Israel e a Faixa de Gaza.

Poucas horas depois, tanques israelitas dispararam pelo menos dez granadas em Khan Younis, segundo um fotógrafo da AFP, danificando três casas, sem provocar mortos.

Ao final da manhã, dois foguetes foram disparados de Gaza contra o distrito de Eshkol, no deserto do Negev (sul de Israel), causando danos e ferimentos, de acordo com um porta-voz militar.

A nova onda de violência surge na véspera do segundo aniversário da devastadora ofensiva israelita na Faixa de Gaza, que provocou a morte a 1400 palestinianos, segundo fontes médicas palestinianas, e 13 mortos do lado de Israel.

O Exército de Israel aumentou nos últimos dias os ataques aéreos contra os grupos armados palestinianos em Gaza.

Fonte: Jornal de Notícias

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.