Planeta Terra Versão 2.0

Primeiro vieram buscar os judeus e eu não protestei porque não era judeu.
Depois vieram buscar os comunistas e eu não protestei porque não era comunista.
Depois vieram buscar os sindicalistas e eu protestei porque não era sindicalista.
Depois vieram buscar-me e não restava mais ninguém para protestar por mim.

Martin Niemöller (1892 ~ 1984)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Egito retira o seu embaixador em Israel

ArtigoComentários (0)

O Egito decidiu retirar o seu embaixador em Israel, como protesto contra a morte de elementos das suas forças de segurança, na sequência de um incidente ocorrido quinta-feira na fronteira entre os dois países.

Pela primeira vez em 11 anos o Egito ordenou o regresso a casa de um seu embaixador em Israel.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros egípcio convocou, também, o embaixador de Israel no Cairo para se explicar face aos ataques em que morreram um oficial da polícia e dois soldados egípcios.

O Egito exige a Israel um pedido de desculpas oficial e mais investigações, para apurar as circunstâncias em que os três militares foram mortos.

O anúncio das mortes provocou a cólera de centenas de egípcios que protestaram junto à embaixada israelita.

Ministério dos Negócios Estrangeiros egípcio convocou o embaixador de Israel no Cairo para se explicar face aos ataques em que morreram um oficial da polícia e dois soldados egípcios.

O Egito exige um pedido de desculpas oficial e mais investigações a Israel, para apurar as circunstâncias em que, há dois dias, os três militares foram mortos, junto da fronteira com o estado hebreu.

O anúncio das mortes provocou a cólera de centenas de egípcios que protestaram junto à embaixada israelita.

O Egito decidiu retirar o seu embaixador em Israel, esta madrugada, para protestar contra a morte de elementos das suas forças de segurança, na sequência de um incidente ocorrido quinta-feira na fronteira, elevando as tensões entre os dois países.

“O Egito decidiu retirar o seu embaixador em Israel até que seja apresentado um pedido de desculpas oficial”, indicou a televisão estatal, citada pela AFP.

Esta foi a primeira vez em 11 anos que o Egito ordenou o regresso a casa de um seu embaixador em Israel.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.