Planeta Terra Versão 2.0

A nossa sociedade é gerida por pessoas insanas com objectivos insanos. Eu penso que somos geridos por maníacos com fins maníacos, e penso que estou sujeito a ser posto de parte por expressar isso. É o que isso tem de insano.

John Lennon (1940 ~ 1980)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

EUA garantem ter morto taliban que atingiram helicóptero no sábado

ArtigoComentários (0)
Obama prestou homenagem aos soldados mortos na base de Dover, em Delaware

Foto: Reuters/ Larry Downing

Os taliban que atacaram um helicóptero dos EUA, no sábado, causando a morte de 30 soldados norte-americanos e oito afegãos, foram mortos pelas forças da coligação, garantiu o general John Allen, comandante das forças internacionais que se encontram no país.

Os taliban foram mortos num ataque aéreo na noite de 8 de Agosto, disse aos jornalistas o general John Allen, que em Julho sucedeu ao general David Patraeus como comandante das forças da coligação internacional no Afeganistão (ISAF) que conta com a participação de 48 países.

O ataque aéreo foi efectuado com um bombardeiro F16, mas não foram dados mais pormenores sobre o que aconteceu. Está ainda a decorrer um inquérito para determinar as circunstâncias em que ocorreu a queda do helicóptero, no sábado, ainda que Allen tenha adiantado que esta terá sido provocada pelo disparo de um “rocket”.

A ISAF garantiu em comunicado que o autor desse disparo foi morto, bem como o responsável taliban Mullah Mohibullah. “Os dois homens estavam a tentar fugir do país para evitar serem capturados”, adiantou a NATO.

O ataque contra o helicóptero foi o mais mortífero para as forças norte-americanas em quase dez anos de conflito, sublinhou a AFP. Morreram 22 membros das força especial Seal Team Six – a mesma que em Maio matou o líder da Al-Qaeda Bin Laden no Paquistão –, três outros membros de um grupo de operações especiais da força aérea norte-americana, oito soldados afegãos e cinco membros da tripulação do helicóptero.

“Foi um incidente trágico numa campanha militar muito difícil”, adiantou Allen. O helicóptero tinha sido enviado para apoiar uma operação para capturar um líder taliban.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.