Planeta Terra Versão 2.0

Não é nenhuma medida de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente.

Jiddu Krishnamurti (1885 ~ 1986)

Pub

Dossiers

  • Afundamento da Corveta

    Tudo aponta para uma operação de bandeira falsa semelhante à operação do CIA Washtub.

  • Derrube de Gaddafi

    Gaddafi ameaçava o status-quo do sistema fiduciário dos banqueiros-globalistas.

  • Derrube de Gbagbo

    Alassane Ouattara, ex-CEO do FMI e do BCEAO, serve melhor os interesses dos imperialistas.

  • Sionistas Intocáveis

    Os Sionistas podem fazer o que lhes apetecer que não lhes acontece nada - a impunidade total.

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos

Rótulos Mais Utilizados

Pub

Derrube de Gaddafi

Gaddafi ameaçava o status-quo do sistema fiduciário dos banqueiros-globalistas.

A Líbia já estava na mira dos Estados Unidos há muito tempo. Especialmente desde Setembro de 2000 que foi quando o think-tank americano "O Projecto para o Novo Século Americano" (PNAC, na sigla em inglês) publicou um relatório  — que "parece" o plano para um Reich IV — intitulado "Reconstruindo as defesas da América: Estratégia, Forças e Recursos para um Novo Século".

Nesse documento profético, cujo o conteúdo é totalmente direccionado para a conquista do planeta através de uma estratégia militar que passa por «manter forças suficientes capazes de se estabelecerem rapidamente e ganharem múltiplas guerras simultâneas de larga escala e também serem capazes de responder a contingências imprevistas», a Coreia do Norte, Iraque, Irão, Líbia e Síria são considerados «regimes profundamente hostis» aos EUA e aos seus aliados.

A Coreia do Norte está constantemente a ser provocada. Para além dos constantes exercícios militares entre os EUA e a Coreia do Sul perto das fronteiras marítimas da Coreia do Norte, recentemente houve o incidente da corveta que foi claramente uma tentativa de desencadear um conflito. O Querido Líder, perguntou se estavam interessados numa bomba nuclear e as coisas lá se acalmaram.

O Iraque que de certeza absoluta que tinha armas de destruição maciça, afinal não as tinha. O "engano" custou a vida de mais de 1 milhão de civis — mulheres, crianças e idosos incluídos — e o número continua a aumentar.

O Irão, está constamente a ser demonizado por causa de armas nucleares que não existem, e como tal não deve faltar muito para a "comunidade internacional" vir dizer que está na altura de mudar de regime.

A Líbia e a Síria já estão a atravessar o processo de libertação.

Agora, por que razões é que os EUA haveriam de querer guerra? Como sempre, não há só um motivo ou uma agenda. Há várias. Mas antes de lá chegarmos, vejamos primeiro o quão mau Gaddafi foi para os líbios.

Página 1 de 18