Planeta Terra Versão 2.0

Se disseres uma mentira grande o suficiente e a disseres frequentemente o suficiente, será acreditada.

Adolf Hitler (1889 ~ 1945)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Bandeira da "al-Qaeda" hasteada em Bengazi

ArtigoComentários (0)
A bandeira oficial da "al-Qaeda" foi hasteada no tribunal de Bengazi

Muammar al-Gaddafi e o seu filho Saif al-Islam disseram desde o início dos protestos, que as desestabilizações que estavam a haver na Líbia eram fruto da presença da "al-qaeda". A "comunidade internacional" ignorou-os e ainda forneceu armamento à "al-Qaeda" para proteger os civis.

Foi junto ao tribunal de Bengazi que começaram a surgir os primeiros tumultos. 

Por essa razão, o tribunal tornou-se um ícone da chamada "libertação dos líbios" e foi lá que os "rebeldes" líbios hastearam a bandeira da monarquia. Quem também hasteou a sua bandeira, foram os membros da "al-Qaeda" que a família Gaddafi disse repetidamente estarem no país; a quem os Estados Unidos forneceram armamento para proteger os civis.

Na altura em que Gaddafi era vivo, a Líbia não era perfeita, mas era um país mais do que razoável para se viver. Agora teme-se, e com razão, o extremismo islâmico. Entretanto, vão sendo descobertos corpos de civis — muitos deles com mãos atadas e balas na cabeça — vítimas dos "rebeldes" e da NATO, um pouco por toda a Líbia.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.