Planeta Terra Versão 2.0

O desafio para os governos ocidentais no futuro, é manter os cidadãos presos no consumismo materialista, impedindo-os de perceber quem é que eles realmente são.

Zbigniew Brzezinski

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Pedidos de informações à Google sobre utilizadores aumentaram em Portugal

ArtigoComentários (0)

O número de pedidos de informações sobre utilizadores dos serviços da Google, apresentados pelo Governo português, aumentou de 92 para 161 pedidos no início de 2011.

Os números surgem na nova edição do Relatório da Transparência da Google e dizem respeito aos primeiros seis meses deste ano.

De acordo com o relatório, entre Janeiro e Julho de 2011 a Google recebeu do Governo português um total de 161 pedidos de informação sobre dados dos utilizadores de contas e serviços da empresa, um número acima dos 92 pedidos efectuados na segunda metade de 2010, o último período em análise no relatório.

Em 50 por cento destes 161 pedidos, a Google refere que enviou total ou parcialmente a informação requisitada pelas autoridades portuguesas.

Numa nota sobre os dados relativos a Portugal, a empresa afirma que «o número de pedidos que recebemos sobre informação de contas de utilizadores, no âmbito de investigações criminais aumentou de ano para ano».

Na mesma nota a empresa considera que este «aumento não surpreende, dado que todos os anos oferecemos mais produtos e serviços e temos um cada vez maior número de utilizadores».

Sobre os pedidos que foram recebidos, que englobam também pedidos sobre conteúdos do YouTube, a Google esclarece que «revemos cada pedido para ter a certeza que vai ao encontro do espírito da lei e podemos recusar divulgar informação ou tentamos estreitar o pedido em alguns casos».

Outro dos campos analisados no relatório é o pedido das autoridades para a remoção de conteúdos, que segundo a Google foi inferior a dez no caso de Portugal nos primeiros seis meses do ano.

Como este número é reduzido, a empresa não especifica que tipos de conteúdos ou as razões invocadas pelas autoridades.

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.