Planeta Terra Versão 2.0

Existem apenas dois erros que se podem cometer ao percorrer o caminho da verdade: não ir até ao fim, e não começar.

Gautama Buddha (563/ 623 a.C. ~ 483/ 543 a.C)

Pub

Doações

Saldo Acumulado: 0 EUR

Só é possível continuar a fazer este trabalho graças à sua generosidade.

Se considera que a informação aqui disponibilizada tem relevância para si e pretende fazer uma doação, por favor faça uma que esteja dentro das suas possibilidades financeiras.

Saiba como

Últimos Artigos

Globo
Portugal
Dinheiro
Ciência e Tecnologia
Conflitos Mundiais
Big Brother
Tirania
Fenómenos
Pub

Congresso dos EUA quer explicações sobre browser da Amazon

ArtigoComentários (0)

O browser da Amazon, uma das principais aplicações do tablet Kindle Fire, está a gerar polémica nos EUA, onde o Congresso quer ouvir a empresa sobre algumas questões que podem pôr em causa a privacidade dos utilizadores.

As preocupações em torno do browser Silk, uma das funcionalidades mais destacadas pela Amazon quando apresentou o tablet Kindle Fire, foram primeiro expressas por Joe Barton, representante do estado do Texas no Congresso dos EUA, durante uma audiência pública sobre as atitudes dos consumidores em relação à privacidade na Internet.

Nessa audiência o congressista republicano afirmou, citado pelo portal Computerworld, ter ficado surpreendido quando «a minha equipa me disse que uma das nossas maiores empresas da Internet, a Amazon, vai criar o seu próprio servidor e o seu próprio sistema e que vão obrigar toda a gente que visita a Amazon a ir pelos seus servidores e que vão recolher toda a informação sobre cada pessoa sem que tenha conhecimento».

Em causa está um modo específico do Silk que recorre à cloud da Amazon para melhorar a performance do dispositivo.

Mais tarde foi a vez de um outro congressista, desta vez o democrata Ed Markey, enviar uma carta a Jeff Bezos, CEO da empresa, com algumas questões sobre o funcionamento do browser do Kindle Fire, nomeadamente o facto de os utilizadores terem de utilizar obrigatoriamente o Silk no tablet.

Para Ed Markey «ao ligar o [Kindle] Fire ao Silk, a Amazon pode simplesmente monitorizar todo e qualquer clique feito pelos seus consumidores. A Amazon vai saber onde as pessoas compram, que artigos compram, quando os compraram e quanto pagaram por eles».

O congressista democrata dá ao CEO da Amazon três semanas para responder a questões como que informação pretende recolher ou o que fará com essa informação, entre outras.

Rótulos deste artigo

Reportar Erro

Caso tenha detectado algum tipo erro por favor descreva-o.